Menu

Livros que nos 'salvaram' do confinamento

Estamos a desconfinar aos poucos, mas guardamos na memória as várias histórias que nos fizeram sonhar durante o período de confinamento. Partilhamos contigo a lista de livros que nos ajudou a mente.

Livros que nos 'salvaram' do confinamento

Durante as últimas semanas estivemos muito tempo em casa, o estado de emergência obrigou-nos a ficar no conforto do lar, em teletrabalho e a realizar atividades de lazer no nosso tempo livre. Ao longo destes dias, fazendo chuva ou sol, tivemos de ser criativos, tentando-nos redescobrir sem sair para lado algum. Explorar o nosso ‘eu’ interior, através da nossa imaginação foi aquilo que, literalmente, salvou muitas mentes.

A literatura revela ser um belo escape para qualquer ser humano. Deixamos uma lista de livros que nos ‘salvaram’ durante o período de confinamento. Sugestões de obras literárias para ler agora e sempre:

 

‘A Ordem’ de Daniel Silva

Best Seller nº 1 do The New York Times. A história fala de Gabriel Allon, a personagem principal que está a passar umas discretas e muito necessárias férias familiares em Veneza.

Porém, seu sossego é interrompido quando o papa Paulo VII morre de forma inesperada e o leal secretário pessoal do Santo Padre, o arcebispo Luigi Donati, chama Gabriel a Roma. Este embrenha-se numa investigação desesperada para reunir provas da conspiração da Ordem e para encontrar o Evangelho há muito desaparecido que poderia pôr termo a dois mil anos de ódio mortal.

O ritmo e elegância de A Ordem prenderá os leitores, desde o princípio até a um fim, numa narrativa de cortar a respiração. É um romance de amizade e fé num mundo perigoso e repleto de incertezas.

 

‘O Regresso’ de Nicholas Sparks

Trevor Benson não planeava voltar a New Bern, na Carolina do Norte. Mas quando uma explosão perto do hospital onde trabalha no Afeganistão o deixa com ferimentos devastadores, a velha casa que herdou do avô parece um bom lugar para recuperar. Decidido a regressar à faculdade de Medicina, Trevor não está minimamente disponível para amar.

Contudo, o primeiro encontro com Natalie abala as suas convicções. Uma história sobre o verdadeiro significado do amor e do perdão, e que na vida, para seguir em frente, temos muitas vezes de voltar atrás.

 

‘Uma Terra Prometida’ de Barack Obama

Barack Obama narra, na primeira pessoa, a história da sua improvável odisseia, de jovem em busca da própria identidade a líder do mundo livre. O livro descreve, cada detalhe, com uma minúcia extraordinariamente pessoal, quer a sua educação política, quer os marcos do primeiro mandato da sua histórica presidência - um tempo de dramática transformação e turbulência.

Este livro, maravilhosamente escrito e poderoso, mostra que a democracia não é uma dadiva caída do céu, mas uma conquista alicerçada na empatia e na compreensão mútua.

 

‘Acredita. Coisas Boas Acontecem’ de Sofia Castro Fernandes

A autora do famoso «às 9 no meu blog», traz-nos um livro escrito com o coração, recheado de esperança e otimismo. Crescer dói, a vida muitas vezes é injusta, mas podemos escolher procurar sempre o raio de sol que nos diz que há recomeços, há futuro à nossa espera. Podemos sempre acreditar que coisas boas acontecem.

 

‘Durante a Queda Aprendi a Voar’ de Raul Minh'alma

Quando Teresa recebe a notícia de que o pai tem uma depressão, está longe de imaginar que os próximos tempos serão os mais intensos e transformadores da sua vida. Determinada em ajudar o pai, Teresa começa a acompanhá-lo nas terapias de grupo numa clínica de saúde mental.

É aqui que conhece Duarte, o irmão de um paciente internado na clínica, cujo passado permanece envolto em mistério. Ela é resoluta e pragmática, ele romântico e brincalhão, mas, apesar das diferenças, o destino insiste em tentar juntá-los. Tudo se complica quando Teresa começa a ter inexplicáveis pressentimentos e visões. Será que ela é capaz de prever o futuro? E será que Duarte faz parte dele?

 

‘O Manuscrito de Birkenau’ de José Rodrigues dos Santos

Auschwitz é o ponto de encontro entre duas figuras singulares. Uma é o Grande Nivelli, o mágico judeu deportado para o campo da morte. A outra é Francisco Latino, o legionário português recrutado pelas SS.

O Manuscrito de Birkenau conclui a espantosa história iniciada em O Mágico de Auschwitz e revela-nos a Shoah como nunca foi contada. Baseando-se em acontecimentos verídicos e em personagens reais, José Rodrigues dos Santos transporta-nos ao coração do grande campo da morte nazi.

 

‘O Infinito Num Junco’ de Irene Vallejo Moreu

Este é um livro sobre a história dos livros. É o relato do seu nascimento, da sua evolução e das suas muitas formas ao longo de mais de 30 séculos: livros de fumo, de pedra, de argila, de papiro, de seda, de pele, de árvore, de plástico e, agora, de plástico e luz.

Uma entusiasmante aventura coletiva, protagonizada por milhares de personagens que, ao longo do tempo, tornaram o livro possível e o ajudaram a transformar-se e evoluir - contadores de histórias, escribas, ilustradores e iluminadores, tradutores, alfarrabistas, professores, sábios, espiões, freiras e monges, rebeldes, escravos e aventureiros.

 

‘Casa com Alma’ de Vanda Boavida

Um guia completo e prático que vai ajudar a desbloquear energias, alinhar objetivos e sonhos com o lar, aumentando o bem-estar e o do resto da família. Vanda Boavida, aliando a filosofia do Feng Shui, ao método japonês Kaizen e ao Vision Board, apresenta neste livro o seu método para ter uma casa equilibrada e feliz.

 

‘A Vida Mentirosa dos Adultos’ de Elena Ferrante

“Dois anos antes de sair de casa, o meu pai disse à minha mãe que eu era muito feia” é a frase inicial deste romance. A revelação é feita por Giovanna, que ao olhar paterno se transformara numa adolescente cada dia mais parecida com a desprezada tia Vittoria.

Tal vai levar Giovanna numa jornada em busca de conhecer a tia, cujas fotografias foram apagadas dos álbuns de família e é evitada em todas as conversas.

Ferrante constrói um enredo surpreendente, confirmando a sua mestria narrativa e o profundo conhecimento do que se passa na cabeça das adolescentes.

 

‘Mulheres da Minha Alma’ de Isabel Allende

A autora chilena convida-nos a acompanhá-la nesta emocionante viagem, em que revisita a sua ligação ao feminismo, desde a infância até aos dias de hoje. Recorda algumas mulheres incontornáveis na sua vida: Panchita, Paula e a agente Carmen Balcells, cuja ausência chora ainda hoje; escritoras de nomeada como Margaret Atwood; jovens artistas que trazem na pele a rebeldia das novas gerações; mulheres anónimas que sofreram na pele a violência de género e, com dignidade e coragem, se levantam e avançam.

 

note!...Somos feitos de histórias!